segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Ando afastada, eu sei... desculpem! Mas tenho novidades :)

Olá!

Eu sei que ando afastada do blog sei lá há quanto tempo... Já referi o excesso de trabalho, o congresso que estou a preparar, etc. Por isso tenho dobrado pouco :( Mas não é desculpa para deixar o blog quase abandonado.

Mas vamos às boas notícias. Lembram-se deste post? Pois é, eu disse que o dia tinha sido de loucos mas, se tudo corresse bem eu um dia ia contar, não é? Pois é, correu bem e por isso eu vou contar! Todos os anos o EMBL (European molecular biology laboratory - Laboratório europeu de biologia molecular) organiza um congresso com estudantes de doutoramento de todo o mundo e por essa ocasião um prémio de escrita científica só para estudantes de doutoramento com idade até 30 anos. As regras são um texto até 1000 palavras sobre um tema científico, mas em linguagem que possa ser compreendida por qualquer público. Deve revelar o entusiasmo da descoberta científica e deve ser de leitura interessante e divertida.
Pois bem, eu lancei-me à obra e durante o mês de Agosto preparei o texto. A data limite era 15 de Setembro. Os meus orientadores leram e adoraram o texto que eu tinha feito mas faltava um título. No fim de semana antes do prazo (que acabava a uma 3ª feira) eu estava a dar em doida com o título quando comecei a lembrar-me de uma série de rimas e tive uma ideia maluca. Re-escrever todo o texto não em prosa mas em poesia. Pois bem, em 24 horas re-escrevi todo o texto e enviei para os meus orientadores de surpresa, faltava um dia para o final do prazo. A reacção não se fez esperar: adoraram, disseram que estava espectacular, fantástico. Disseram que ia ganhar mas eu mantive a cabeça fria para não criar falsas espectativas e não me desiludir.
Há duas semanas recebi um e-mail com o resultado, outra pessoa tinha ganho o prémio mas eu não fiquei triste porque tinha sido muito bom participar. De facto o meu texto era muito louco, e o o júri estaria à procura de um texto mais convencional.
Mas na 4ª feira passada, depois de chegar do almoço, eu tinha um novo e-mail da comissão do prémio, o que seria? Quando abri tive uma surpresa que quase me fez cair quadrada. Devido à extraordinária qualidade dos textos a concurso este ano o júri (do qual faziam parte estudantes e professores do EMBL, o editor assistente do jornal EMBO [grupo Nature] e a sociedade EMBO - European Molecular Biology Organization) tinha decidido a título excepcional atribuir 2 prémios de incentivo, para além do prémio principal e o meu texto tinha sido um dos galardoados! Segundo eles o meu texto, chamado "The Ballad of Calcium and Regucalcin" em Português "A Balada do Cálcio e da Regucalcina", era realmente fascinante e divertido de ler (as palavras são do júri, não minhas atenção). O meu ego ficou de um tamanho gigante rs rs rs, não sei como coube no edifício!
Não posso publicar o texto, só depois de ser divulgado pelo EMBL. Fiquei muito feliz com este prémio. Ver as minhas humildes capacidades como divulgadora de ciência reconhecidas pela primeira vez soube muito bem. Ainda mais por uma das mais prestigiadas instituições científicas do mundo. É uma honra. Quem sabe este blog não possa ter mais ciência para além de origami a partir de agora!

Que bom poder partilhar com todos vocês esta alegria. Muito obrigada a todos, já que a inspiração também parte de vocês!

Beijinhos e uma linda semana para todos,

Sandra.